Para conhecerem o verdadeiro amor as pessoas precisam conhecer os "defeitos" do outro.

Amar alguém que está passando por uma dificuldade é simples.
Amar alguém que está sofrendo injustiça é louvável.



Amar alguém que está enfermo é compreensível.
Amar alguém que está "lutando contra o mal" é admirável.
Amar o carente é natural.

Mas,

Amar quem tem dificuldades morais é difícil,
Amar quem luta contra vícios é revesso,
Amar ladrões é complicado,
Amar o carrasco é anti-natural,
Amar culpados é quase um crime,
Amar quem não é perfeito é arriscado.

A igreja conhece o verdadeiro amor quando dá voz (também) aos imperfeitos e não apenas aos sofredores.


Conheça o livro Quando a gente muda
Contato e comentários: danielglimajr@gmail.com
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional

Crédito da Imagem: