Ó Deus da Luz, que és o próprio pai,
Ó luz da qual provém nossa luz,
Ó dia eterno, ouve a nossa súplica,
Que, da noite, erguemos aos céus.

Retira-nos da escuridão
E de todo horror da noite terrena,
Livra-nos do cansaço
Que nos torna indolentes.

Ó, Cristo, és a luz do mundo,
O Deus no qual confiamos,
No qual, na obscuridade destes tempos,
Alicerçamos toda nossa esperança.

De todo coração, te louvamos,
Ó Cristo, Senhor da Glória,
Que com o Pai e com o Espírito
Nos ama para todo sempre. Amém.

Hino de Laudes

Aaron Burden