Transitamos mal pelo universo do prazer, da satisfação, do lazer, e da beleza. Nós, cristãos protestantes, temos uma relação conflituosa com a vida, especialmente com suas expressões que, segundo o entendimento da maioria, não tem relação direta com a espiritualidade, com a igreja, e com o ministério cristão.
Por conta disso nos sentimos culpados quando experimentamos algum tipo de prazer nas coisas da vida. Uma simples partida de futebol aos domingos já é suficiente para nos sentirmos perto do inferno, ou, no mínimo, prestes a sermos convidados para uma sessão de explicações no gabinete pastoral.

Não conseguimos ir ao show do nosso artista preferido, não conseguimos ir ao teatro, criticamos sem piedade as artes de pessoas que não são evangélicas, alguns tomam banho de mar de calças compridas, outros massacram a MPB, e também não sabemos desfrutar do prazer de um dia de descanso. De fato, poucos cristãos sabem se divertir.

Precisamos pedir a Deus que nos ensine o caminho da satisfação na vida que ele mesmo nos deu, para não confundirmos as coisas. Precisamos para de tratar como pecado o que não é pecado. Precisamos reaprender a admirar uma boa música, precisamos nos alegrar sem culpa com os gols do nosso time do coração, precisamos viver o prazer da relação conjugal dentro dos limites divinos, mas sem medo e sem culpa, precisamos aprender a reconhecer a beleza de pessoas, das artes, da natureza, e da literatura.

A satisfação, o lazer, o prazer e a beleza fazem parte da vida que Deus nos deu. Declaro para os devidos fins que não me sentirei mais culpado quando preferir ouvir uma bela música, mesmo não sendo "gospel"; declaro que não me sentirei mais culpado quando estiver desfrutando do lazer e da beleza; declaro que fiz minha opção pela vida completa, e sei que o Espírito Santo, que está em mim, me guiará nesse universo tão vasto de opções.

Ele confirmará meus acertos, e me incomodará quando eu estiver em perigo. O Espírito do Senhor me levará a uma vida de prazer, alegria, satisfação, lazer, beleza, e plenitude.


Conheça o livro Quando a gente Muda, disponível em www.clubedeautores.com.br

Contato e comentários: danielglimajr@gmail.com

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional

Photo by
Vidar Nordli-Mathisen
Drøbak, Norway
vidarnm.smugmug.com